Roberta Miranda revela que quase interrompeu a carreira
11/10/2017 - 17h28 em Artistas

Pouco antes de participar da gravação do DVD “Boteco da sofrência”, do cantor Pablo, nesta quarta-feira, em Feira de Santana, na Bahia, Roberta Miranda avisou que economizaria a voz após uma forte gripe.

As palavras, no entanto, correram soltas na entrevista, e ela revelou um drama familiar que quase a fez interromper a carreira de vez.

“Retomei a carreira de 30 anos com força total em 2017 após dois anos repensando a vida. Dei uma pirada depois de perder mais de 60% da minha família em seis anos por conta de doenças. Comecei a questionar tudo e deixei de fazer cem shows. Mas reciclei minha vida”  — conta Roberta, de 59 anos, que sonha gravar com Roberto Carlos: — “Voltei porque percebi que não vivo sem o palco.”

Referência na música brasileira, a cantora e compositora elogia “o timbre feminino de ‘Pablito’ (como ela chama o Rei da Sofrência”), com quem gravou “Agora é você quem vai chorar”, de sua autoria, e brinca com as muitas participações que faz:

“Sou a Ferrari do sertanejo. O diferencial dos artistas da nova geração, comparados a mim, é a modernidade dos arranjos. No fim, todos nós somos idênticos.”

www.movimentocountry.com.br

COMENTÁRIOS